A Recording Academy revelou seus indicados para a 63ª edição do Grammy Awards, correspondente ao ano de 2021 e com álbuns, músicas e artistas considerados pelo período entre 1° de setembro de 2019 e 31 de agosto de 2020. Pela primeira vez, uma categoria de rock trouxe apenas mulheres entre os postulantes ao prêmio.

A categoria em questão é a de Melhor Performance de Rock. As indicadas foram:

Fiona Apple – "Shameika"
Big Thief – "Not"
Phoebe Bridgers – "Kyoto"
HAIM – "The Steps"
Brittany Howard – "Stay High"
Grace Potter – "Daylight"

Na categoria de Melhor Música de Rock, os concorrentes são:

Phoebe Bridgers – "Kyoto"
Tame Impala – "Lost in Yesterday"
Big Thief – "Not"
Fiona Apple – "Shameika"
Brittany Howard – "Stay High"

Já no que diz respeito ao Melhor Álbum de Rock, os nomes envolvidos são:

Fontaines D.C. – A Hero’s Death
Michal Kiwanuka – Kiwanuka
Grace Potter – Daylight
Sturgill Simpson – Sound & Fury
The Strokes – The New Abnormal

A categoria de Melhor Álbum de Música Alternativa também traz artistas relacionados ao rock. São eles:

Fiona Apple – Fetch the Bolt Cutters
Beck – Hyperspace
Phoebe Bridgers – Punisher
Brittany Howard – Jamie
Tame Impala – The Slow Rush

No único segmento destinado ao heavy metal, Melhor Performance de Metal, os indicados são:

Body Count – "Bum-Rush"
Code Orange – "Underneath"
In This Moment – "The In-Between"
Poppy – "Bloodmoney"
Power Trip – "Executioner’s Tax (Swing of the Axe) – Live"

Nomes ligados ao rock também são citados na categoria de Produtor do Ano, no segmento não-clássico. São eles:

– Jack Antonoff
– Dan Auerbach (frontman do Black Keys)
– Dave Cobb (trabalhou com Rival Sons, Europe, California Breed e mais)
– Flying Lotus
– Andrew Wyatt (trabalhou com Liam Gallagher, Beck, tributo a Elton John, entre outros)