Edu Falaschi vem ganhando frutos com Vera Cruz, primeiro álbum solo do vocalista e compositor brasileiro. Após pouco mais de um mês de seu lançamento, Vera Cruz já atingiu a marca de 2 milhões de streams somente no Spotify e com números expressivos em todas as principais plataformas de streaming. O trabalho foi lançado no Brasil pela MS Metal Records.

Sucesso de vendas no Japão, o músico atingiu o primeiro lugar no site da Amazon na primeira semana de vendas e é um dos artistas mais comentados na mídia japonesa. No Brasil, a primeira prensagem do álbum se esgotou rapidamente. Vera Cruz foi gravado pelos músicos Aquiles Priester (bateria), Fábio Laguna (teclados), Raphael Dafras (baixo), Roberto Barros (guitarra) e Diogo Mafra (guitarra).

Ouça Vera Cruz abaixo:

Entre as participações especiais, Vera Cruz conta com a cantora Elba Ramalho participando do álbum na faixa Rainha do Luar e Max Cavalera (Soulfly/Cavalera Conspiracy/Killer Be Killed/Go Ahead and Die) na música Face of the Storm.

Ambientado entre Brasil e Portugal nos tempos do descobrimento da ilha de Vera Cruz pelos colonizadores lusitanos, o romance do álbum Vera Cruz é o mote da criação do repertório autoral composto por Edu Falaschi. O conceito das letras foi criado pelo vocalista e desenvolvido por Fábio Caldeira (Maestrick). As orquestrações foram criadas por Pablo Greg. A arte do álbum e do Vera Cruz foi idealizada pelo designer digital Carlos Fides.

“Eu queria criar uma história fictícia, um épico. Então eu pensei na história partindo de uma profecia, de um escolhido, que teria uma marca no peito e que era o descendente do criador de uma ordem secreta do mal, que foi criada nos anos 1200 e tal. Desenrola dali, o texto é longo, mas eu vou resumir. A segunda coisa era a questão de que eu queria fazer uma homenagem ao Brasil, trazer o épico pro Brasil pra homenagear o meu povo, a minha história e as minhas raízes. Só que essa temática medieval é uma temática basicamente europeia né. Então eu pensei em jogar que o descendente nasceria em 1500, que é o momento de descoberta do Brasil, ou invasão, e que ele seria o descendente 300 anos depois. E aí ele se junta a Pedro Álvares Cabral e vem pra cá no navio ‘Frol De La Mar’, que inclusive é uma das faixas do álbum. A partir dali se desenvolve o drama”, explicou Edu Falaschi.

Vera Cruz foi mixado e masterizado pelo produtor Dennis Ward (Angra, Helloween, Pink Cream 69, Unisonic). O trabalho teve início às gravações em novembro de 2020 no Rio de Janeiro e foi produzido por Edu Falaschi e Roberto Barros e co-produzido por Thiago Bianchi no estúdio Fusão.