De acordo com o Daily Mail, o vocalista Ozzy Osbourne, que revelou sofrer há dois anos da Doença de Parkinson, afirmou que a sua mansão, Welders House, que fica em Buckinghamshire, na Inglaterra, foi totalmente adaptada com barras de apoio e superfícies não deslizantes para atender as suas necessidades de saúde.

O cantor, de 73 anos, ressaltou que contará com uma equipe de enfermagem em tempo integral para atendê-lo, além disso, terá um estúdio de exercício e bem-estar.

Em março deste ano, a família Osbourne já havia comunicado que estava deixando a cidade de Los Angeles, nos Estados Unidos, por conta dos altos impostos da cidade.

“Estamos deixando L.A. e estamos um pouco tristes. O imposto está ficando muito alto. Estou triste porque gosto muito de ficar e morar lá”, disse Ozzy ao jornal The Mirror. “Se eles fizerem os impostos caírem, então eu posso voltar”, acrescentou.

“Vou levar meu estúdio de gravação comigo. Vou reformar um celeiro lá e fazer meu próprio estúdio em Welders. Eu ainda vou fazer música e minha banda vai tocar lá”, completou o Madman.

Ozzy Osbourne não é a primeira estrela do rock a reclamar dos altos impostos na Califórnia. No ano passado, Gene Simmons, baixista e vocalista do KISS, disse num programa de TV que tinha decidido vender sua mansão de 14 mil metros quadrados em Beverly Hills para se livrar de altas taxas locais de impostos.